montanha russa - um projeto sigiloso

No último mês recebi uma incrível missão, fotografar um piloto de moto trial numa montanha russa. Missão que parecia fácil, mas no fundo mesmo não era, ainda mais por se tratar de um projeto sigiloso pelo perigo envolvido na ação.

Com certeza foi o maior desafio do ano e um dos maiores da minha carreira até aqui.

Muita gente pensa que a vida de um fotografo é baba. Viaja horrores, conhece o mundo e ainda faz fotos de lugares incríveis... ahh e é claro, ganha dinheiro com isso... (rsrsrs - já cansei de ouvir isso)

Obviamente que eu não reclamo do meu trabalho, amo o que faço e viajo muito sim (tem uma blogada sobre isso), conheço muitos e muitos lugares mas a parte mais complicada é mostrar numa foto toda a história que está por trás, mas na real ninguem sabe o que acontece antes de publicarmos aquela foto.

Julien Dupont é um atleta francês de moto trial que estava envolvido no projeto e tudo aconteceria na caótica Cidade do Mexico, numa montanha russa de 50 anos.

Ao meu lado no projeto estava o argentino Marcos Ferro, que mora no México e ficou como responsável por pensar em absolutamente tudo: angulos, assistentes e logistica.

Dois dias antes da ação em sí, cheguei ao Mexico, num voo de 9 horas, carregado com mais de 40 quilos de equipamento e ansioso por fazer uma puta foto.

Meu primeiro contato com a montanha russa já foi as vésperas da foto, onde encontrei com o outro fotografo e o atleta já fazia o reconhecimento do trajeto. Fizemos o mesmo e os mais de 2300 metros de altitude da cidade me tirou o fôlego na primeira subida. No topo da montanha russa deu para ter uma noção da altura e tamanho do desafio.

Ao mesmo tempo que me sentia preocupado, aquilo me dava mais motivação em fazer um bom trabalho, quanto maior o desafio melhor...

No total eram dois fotografos (eu e Marcos Ferro) e mais seis assistentes/fotografos que cuidavam de preparar as mais de 10 cameras remotas (para assegurar que as mesmas estavam funcionando) totalizando 22 camêras fotográficas. A ação e o tempo para fazer um dos melhores trabalhos do ano não demorou mais que 10 minutos. Julien Dupont que faria apenas uma única volta na montanha russa se animou e fez duas voltas e isso duplicou as nossas chances de fazer boas fotos.

Que alívio! Quando você faz fotos boas você sabe, mesmo antes de olhar a foto.

Sim... o cara mandou muito e a equipe fez um puta trabalho. Consegui fazer excelente fotos e o Marcos também capturando um backflip incrível.

Para saber mais procure o Red Bull Roller Coaster ou acesse clique AQUI

Para coroar o resultado do trabalho fomos escolhidos como a foto do dia, que ficou uma semana em destaque no site da Red Bull. As imagens também se espalharam pelas redes sociais e imprensa mundial. Gracias Maestro Ferro y hasta la proxima!

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Follow Us
Search By Tags
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram App Icon

© 2021 by FABIO PIVA PHOTOGRAPHER. All rights reserved.